Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Publicidade RML

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
   
Capa
Entrevistas
Equipe
Mural
News
Contato
Reviews
CD's
DVD's
Demos
Magazines
Shows
Multimídia
Fotos
Links
Bandas
Zines
Gravadoras
Rádios
Diversos

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
Untitled Document
 
 

Versão para impressão .

Enviar por e-mail .

Receber newsletter .

Versão PDF  .

Relatar Erro [erro]

 

Reviews Cds's

ALTERA O
TAMANHO DA LETRA
 

Recife Metal Law - O seu portal de informação!

 

DISGRACE AND TERROR - El Papa Negro


DISGRACE AND TERROR
“El Papa Negro”
Distro Rock – Nac.


Sim, o novo disco dos paraenses do Disgrace And Terror vem ainda brutal, agressivo, porém mostra um lado mais trabalhado da banda. As bases violentas, ríspidas, que alicerçaram o Death/Thrash Metal continuam intactas, mas é notório que a banda, nesse “El Papa Negro”, trabalhou mais em partes densas e de andamentos marcados, mesmo sem deixar de lado a velocidade que sempre imprimiu em suas músicas. A faixa-título mostra esse lado mais trabalhado, de andamentos marcados, porém trazendo elementos musicais que já fora apresentado pela banda em discos passados, mostrando que o Disgrace And Terror se mantém fiel as suas raízes. Outra música que traz nuance bem trabalhada é “Soul Suicide”, que tem letras de Andrea Tormentor. Agora o que ouvimos em “Death’s Frontier (PJC)”, é brutalidade a flor da pele! Um verdadeiro holocausto sonoro, com riffs desconcertantes, bases extremamente velozes, solos caóticos e um vocal urrado sem qualquer pudor, sem dúvidas a música mais violenta do disco. Mas nem só de violência é feito “El Papa Negro”, já que até mesmo um lado nunca ouvido antes na banda foi apresentado na instrumental acústica “Black Aeon”, que ainda traz algumas vozes, talvez do homenageado no álbum. Assim como no disco anterior, esse novo álbum traz apenas sete músicas inéditas, sendo complementado com três músicas ao vivo – “Deep Insanity”, “Human Remains” e “The Final Sentence” – e um cover para “Beneath the Hate” do Headhunter D.C. Toda a produção sonora ficou a cargo do Legacy Studio, situado na cidade da banda: Belém/PA. A arte da capa vem numa linha profana, a mais blasfema já apresentada pelo Disgrace And Terror e que ilustra bem o título do álbum e o escritor Héctor Escobar Gutierrez, o homenageado pela banda no disco. Para “El Papa Negro” o Disgrace And Terror passou por mudanças em sua formação, e o disco foi gravado por Rot (vocal/baixo), Vinicius C. (guitarra) e Aldyr Rod (bateria).

Contatos:
Facebook
E-mail: disgraceandterror@yahoo.com

Resenha por Valterlir Mendes
 
 
Busca no site
 
Veja tambm