Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Publicidade RML

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
   
Capa
Entrevistas
Equipe
Mural
News
Contato
Reviews
CD's
DVD's
Demos
Magazines
Shows
Multimídia
Fotos
Links
Bandas
Zines
Gravadoras
Rádios
Diversos

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
Untitled Document
 
 

Versão para impressão .

Enviar por e-mail .

Receber newsletter .

Versão PDF  .

Relatar Erro [erro]

 

Reviews Cds's

ALTERA O
TAMANHO DA LETRA
 

Recife Metal Law - O seu portal de informação!

 

COLDBLOOD - Chronology of Satanic Events


COLDBLOOD
“Chronology of Satanic Events”
Distro Rock/Attitude Headbanger’s House – Nac.


Apesar de o Coldblood ter surgido em 1992, “Chronology of Satanic Events” é apenas o seu segundo álbum de estúdio. Mas o que podemos ouvir aqui é uma banda que mostra total experiência no que se propõe a tocar, nos mostrando um potencial explosivo e músicas cativantes, da primeira a última faixa. Os títulos das músicas e do álbum são aqueles tipicamente usados por bandas de Black Metal, mas o Coldblood é adepto do velho Death Metal e, sendo uma banda bastante conhecida no meio Underground nacional, os seus admiradores sabem muito bem do que eu falo. Os vocais são fortes, por vezes guturais, mas soando deveras primitivo, assim como algumas passagens contidas nas músicas desse álbum. Mesmo que “Cross Inversion” e “Insignia of Abba” apresentem riffs de guitarras marcados, que chegam a lembrar, vagamente, o Thrash Metal, o conteúdo musical é fincado no Death Metal, como pode ser ouvido em “Hell Transcendental”, que começa mais mórbida, mas que depois descamba para alternâncias instrumentais bem encaixadas, além de ótimas inserções de solos. Mas devo dizer que são todas músicas convidativas ao ‘bate cabeça’! Notei, também, que alguns outros andamentos, com boas melodias de guitarras, chegam a lembrar o Morbid Angel, de seus tempos áureos. Eu disse chegam a lembrar, já que o Coldblood trilha um caminho bem característico, mesmo não fugindo das raízes do estilo que pratica. A gravação deixou o som mais mórbido. Não é uma gravação lapidada, mas também não é suja ao extremo. Tudo está bem equalizado e perfeitamente audível, mesmo que as linhas de baixo, a meu ver, sejam um complemento das levadas de bateria. E tais levadas de bateria, por vezes, são usadas de forma compassada, marcial, mas com espaço para andamentos mais brutais e velozes, porém tudo bem dosado, sem exageros, seja nas partes mais trabalhadas, seja nas partes mais velozes. As músicas contidas nesse álbum são, de certa forma, curtas, tornando, assim, o disco mais direto. Mas existem duas que passam dos cinco minutos – “Anti-Christian Neo-Sectarianism” e a faixa-título. Sendo assim, esses sons contém mais alternância de andamentos, o que os tornam bem interessantes. Não que as demais não sejam interessantes, mas me refiro a essas justamente por serem músicas mais longas. A arte da capa, como não poderia deixar de ser, é um grande insulto ao cristianismo e aos seus adeptos, assim como as letras. Os responsáveis por esse belo artefato Death Metal foram D.Arawnn (guitarra e vocal), Mkult (bateria) e Artur Cirio (guitarras). As linhas de baixo foram gravadas por D.Arawnn e por Franc Schönmann (nas músicas “Insignia of Abba” e “Avoid Jehovah”). E lembrando que o Coldblood já está com disco novo na praça!

Site: www.facebook.com/coldblood.officialpage

Resenha por Por Valterlir Mendes
 
 
Busca no site
 
Veja tambm