Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Publicidade RML

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
   
Capa
Entrevistas
Equipe
Mural
News
Contato
Reviews
CD's
DVD's
Demos
Magazines
Shows
Multimídia
Fotos
Links
Bandas
Zines
Gravadoras
Rádios
Diversos

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
Untitled Document
 
 

Versão para impressão .

Enviar por e-mail .

Receber newsletter .

Versão PDF  .

Relatar Erro [erro]

 

Reviews Cds's

ALTERA O
TAMANHO DA LETRA
 

Recife Metal Law - O seu portal de informação!

 

DARKNESS SETS IN - Vol. 2


DARKNESS SETS IN
“Vol. 2”
Black Order Productions – Nac.


A Darkness Sets In é uma coletânea capitaneada por Vladimir Senna, mais conhecido por Lord Vlad, vocalista do Malefactor, e lançada pelo seu selo, Black Order Productions. Recebi esse número, assim como o posterior, da coletânea das mãos do próprio Vlad, quando da ocasião em que o Malefactor tocou no Abril Pro Rock (em 2019). O trabalho é de um capricho admirável. CD prensado profissionalmente, trazendo uma capa interessante e um encarte com diversas páginas, onde cada uma delas é dedicada a cada uma das bandas participantes, trazendo formação de cada grupo e a letra de cada música apresentada, algo que vejo pela primeira vez em uma coletânea. A única falha, no encarte, foi com relação à ordem de algumas músicas/bandas: “Sea of Madness” do Erasy é a quinta (e não a quarta), “Inhuman Entities” do Vermis Mortem é a quarta (e não a oitava)... Mas aí já é um erro da gráfica e que em nada denigre o que foi apresentado na coletânea, em termos gráficos. Saliente-se que a coletânea é composta unicamente por bandas baianas e uma ótima pedida para se conhecer muitos nomes daquela rica cena Underground. Nomes como Malefactor, Insaintfication (essa precisa urgentemente lançar um novo álbum) e Suffocation of Soul, já têm certa divulgação a nível nacional. Já outras pude conhecer através da coletânea, como é o caso do Aztlán (posteriormente tendo recebido seu EP), que apresenta um Death Metal que chama a atenção em “Blood Offering”, pois foge do lugar comum, trazendo passagens mais limpas nos vocais, assim como na parte instrumental. O já citado Vermis Mortem, que em “Inhuman Entities” apresenta um Black Metal na linha do velho Mayhem, com bases bem velozes. Além de outros nomes que eu também conheci posteriormente a essa coletânea, como é o caso do Inner Call e seu eficaz Heavy Metal tradicional na música “2012”; e o portentoso Death Metal do God Funeral, que nos apresentou, na coletânea, a música “Where Everyone is Equal”, isso para citar algumas. Nota-se que a qualidade das bandas, em seus respectivos estilos, são elogiáveis. E esse é outro atrativo. São 11 músicas/bandas, com estilos variados, monstrando o leque de variedades que a Bahia tem. Claro, há alternância entre as gravações, mas em tempos atuais, uma ou outra é que fica um pouco abaixo do nível, mas nada gritante.

Site: www.facebook.com/blackorderproductions

Resenha por Valterlir Mendes
 
 
Busca no site
 
Veja tambm