Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Publicidade RML

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
   
Capa
Entrevistas
Equipe
Mural
News
Contato
Reviews
CD's
DVD's
Demos
Magazines
Shows
Multimídia
Fotos
Links
Bandas
Zines
Gravadoras
Rádios
Diversos

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
Untitled Document
 
 

Versão para impressão .

Enviar por e-mail .

Receber newsletter .

Versão PDF  .

Relatar Erro [erro]

 

Reviews Cds's

ALTERA O
TAMANHO DA LETRA
 

Recife Metal Law - O seu portal de informação!

 

DEFORMITY BR - Torturing Unfortunate People


DEFORMITY BR
“Torturing Unfortunate People”
Rise of Cthulhu/Vários – Nac.


Após a intro “Torturing for Fun”, o que também assombra é o nível da gravação desse EP da banda baiana de Death Metal Deformity BR, lançado em 2016, mas que ainda continua a ser divulgado. Ainda sobre a gravação, ela vem num patamar altíssimo, deixando todo o instrumental em evidência, seja as linhas vocais guturais de Lúcio Brutal, seja as linhas de baixo de Tarcísio Medeiros, que mesmo em meio a toda a massa sonora expelida pela banda ainda faz se ouvir. E não se pode deixar de falar nas bases, riffs e solos desconcertantes das guitarras de Júlio Nascimento, Victor Porto (responsável pelos solos) e Diego “Corpsegrinder”, além da bateria de Yuri Hamayano, que sempre nos mostra uma habilidade fora do comum, seja nas levadas mais diretas ou nas partes ‘quebradas’. Para quem já conhece esses baianos, o que aqui ouvimos é o esperado, ou seja, Death Metal bruto, violento, com temática lírica calcada em vísceras, terror, tortura, numa espécie de filme Gore, trazendo muito, muito sangue. Mas, apesar de ser o que se espera de uma banda como o Deformity BR, por mais improvável que se pareça, em razão do estilo praticado, aqui não ouvimos uma mera cópia do que já fora feito pela banda ou cópia desse ou daquele grupo. Bons exemplos são “Suffering to Death” e a faixa-título, com levadas inspiradas, não apenas mostrando brutalidade, mas passagens mais ritmadas e intricadas, com boas ‘quebras’ no decorrer de ambas. O EP, além da “Intro”, vem com quatro músicas inéditas, e mais duas músicas ao vivo. A parte gráfica, apresentada em digipack, traz uma arte de capa sangrenta, além de um encarte sobressalente bem informativo. Mais uma vez o Deformity BR levando a brutalidade a níveis insanos!

Contatos:
www.facebook.com/deformitybr
deformity_br@yahoo.com


Resenha por Valterlir Mendes
 
 
Busca no site
 
Veja tambm