Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Publicidade RML

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
   
Capa
Entrevistas
Equipe
Mural
News
Contato
Reviews
CD's
DVD's
Demos
Magazines
Shows
Multimídia
Fotos
Links
Bandas
Zines
Gravadoras
Rádios
Diversos

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
Untitled Document
 
 

Versão para impressão .

Enviar por e-mail .

Receber newsletter .

Versão PDF  .

Relatar Erro [erro]

 

News

ALTERA O
TAMANHO DA LETRA
 

Recife Metal Law - O seu portal de informação!

 

Electric Gypsy: lançado álbum de estreia nas plataformas de streaming



A banda mineira de Hard Rock Electric Gypsy, formada por Guzz Collins (vocal), Nolas (guitarra), Pete (baixo) e Robert Zimmerman (bateria), acaba de lançar o álbum de estreia, homônimo, nas plataformas digitais. Produzido e mixado por Cris Simões no Pacific Studio, em Belo Horizonte (MG), e masterizado por Icy Sasaki, o material sucede o EP “Lady Luck”, lançado digitalmente no segundo semestre de 2020.

O repertório de “Electric Gypsy” traz, além das seis faixas do EP “Lady Luck”, músicas que se aproximam mais dos anos 1980, como “Echoes”, “Hit and Run” e “The Devil Made Me Do It”. “Somos inspirados pela atitude e as composições marcantes dos grandes nomes da música da década de 70 e 80, mas estas composições são como uma viagem à sonoridade dos anos 80, com o uso de sintetizadores e refrãos pegajosos”, analisou o guitarrista Nolas.

Já a faixa “Nine Lives (Until I Die)” tem raízes no Blues Rock Pesado, com um pé no folk. “Ela pode surpreender o ouvinte, mas a mais diferente do álbum é ‘Rivers of Tomorrow’, pois vem inteiramente acústica e com uma atmosfera única”, detalha Nolas. Apesar da ligação com música das décadas de 70 e 80, o objetivo do Electric Gypsy não é replicar a sonoridade daquela época. “Queremos continuar carregando a bandeira do estilo, trazendo canções com a atitude, energia, alegria, diversão e festa para os veteranos e os fãs da nova geração”, acrescentou o baterista Robert Zimmerman.

O álbum também conta com participações especiais de Cris Simões (hammond, rhodes, violão), Flávio “Jagger” Simões (teclado, piano e synths), Fabrício Hernane (trombone), Hilton Lima (trompete) e Jacques Anderson (saxofone). “O Electric Gypsy foi a melhor surpresa musical que tive nos últimos tempos! Uma banda que tem todos os elementos que me fizeram curtir e viver o rock: peso, melodias marcantes, identidade visual e forte influência do Hard e Glam dos anos 80, com uma pegada atual e feita por músicos que dominam seus instrumentos”, comentou o tecladista Flávio “Jagger” Simões. “As canções em que toquei já nasceram com ideias de teclados e sintetizadores. Desenvolvi os arranjos pensando em bandas como Whitesnake e Van Halen, que sabiam usar pontualmente os teclados para acrescentar na base harmônica e na riqueza dos arranjos, sem roubar o protagonismo das guitarras”, acrescentou.

O material terá lançamento físico, através da parceria entre os selos Animal Records e Steelheart Records, em junho. “A Electric Gypsy foi uma banda que me impressionou muito nos clipes que vi no YouTube. Não só pela qualidade musical, mas também pela atitude e carisma dos membros, principalmente por serem jovens. Isso passou no funil e no crivo da Animal Records. O disco tem uma qualidade bem legal e, então, resolvi apostar. Penso que é uma das grandes revelações do Hard Rock no Brasil. A banda tem futuro”, comentou Carlos Chiaroni, proprietário da loja e selo Animal Records.

Confira o clipe de “Roundabout”, dirigido por Daniel Mazzochi, aqui.

O produtor Cris Simões detalhou o processo de gravação, feitas em seu estúdio, em Belo Horizonte (MG): “A mixagem e gravação foram feitas no Pacific Studio, usando a mesa SSL4000, console clássico de 1986, perfeito para o Rock que o Electric Gypsy se propõe a fazer. Os capacitores trazem um calor que realça as frequências médias e amacia os agudos”.

Além de cuidar da produção, Cris Simões também gravou o hammond, o rhodes e linhas de violão. “Neste projeto, fui influenciado por bandas como Def Leppard, AC/DC, Van Halen e Led Zeppelin, junto à modernidade do som de Nickelback e Foo Fighters. Desta forma, o projeto me permitiu aplicar muito do que aprendi com essas bandas. Tudo isso se fundiu com a originalidade do Electric Gypsy, trazendo uma sonoridade única”, concluiu.

O álbum está disponível nas plataformas de streaming – confira aqui.

Repertório de “Electric Gypsy”:
1. Echoes
2. Hit and Run
3. Shoot ‘Em Down
4. Modern Love
5. Roundabout
6. Nine Lives (Until I Die)
7. Love Bomb
8. Wild Kiss
9. Rivers of Tomorrow
10. Let It Roll
11. The Devil Made Me Do It

Veja o clipe de “Shoot ‘Em Down”, dirigido por Daniel Mazzochi, aqui.

Contatos:
www.electricgypsyband.com
www.facebook.com/electricgypsyband
www.instagram.com/electricgypsyband
contact.egypsy@gmail.com
www.asepress.com.br/music
 
 
Busca no site
 
Veja tambm