Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Publicidade RML

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
   
Capa
Entrevistas
Equipe
Mural
News
Contato
Reviews
CD's
DVD's
Demos
Magazines
Shows
Multimídia
Fotos
Links
Bandas
Zines
Gravadoras
Rádios
Diversos

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
Untitled Document
 
 

Versão para impressão .

Enviar por e-mail .

Receber newsletter .

Versão PDF  .

Relatar Erro [erro]

 

Reviews Cds's

ALTERA O
TAMANHO DA LETRA
 

Recife Metal Law - O seu portal de informação!

 

IMPALED NAZARENE - Eight Headed Serpent


IMPALED NAZARENE
“Eight Headed Serpent”
Osmose Productions - Imp.


Recebi o ‘press kit’ com os sons do novo álbum do Impaled Nazarene hoje, dia 11/05/2021 (o novo álbum será lançado oficialmente no dia 28/05/2021. O ‘press release’ do novo disco, “Eight Headed Serpent”, 13º álbum da discografia dos finlandeses, já é um verdadeiro insulto aos puritanos: “‘Eight Headed Serpent’ é finalmente desencadeado neste mundo patético, cheio de covardes, posers, que dão a outra face, e geralmente ignorantes cheira-cola, com sua cultura de cancelamento e sinalização de virtude”. É, não por menos o Impaled Nazarene é uma das bandas mais polêmicas no meio Black Metal. E se o ‘press release’ já vem com tais impropérios, “Eight Headed Serpent” não fica para trás. O álbum é um verdadeiro atentado! Uma bomba nuclear em forma de música ríspida, rápida, pesada, infame, doentia. Mesmo que “Goat of Mendes”, faixa de abertura, mostre uma banda com os pés fincados no Black Metal, o que ouvimos, daí em diante, é uma mistura destruidora de Black Metal com Hardcore, de forma única, como só o Impaled Nazarene sabe fazer. A gravação, a qual achei um pouco ‘crua’, acentuou essa impressão da influência Hardcore. Mas aquele Hardcore finlandês, da década de 80. Música rápida, destruidora, sem concessões. A urgência em cada uma das 13 faixas apresentadas (a versão em CD virá com dois ‘bonus track’) é impressionante! As músicas são curtas, uma ou outra passa dos três minutos de duração. Isso intensifica, ainda mais, o teor violento desse novo disco. Os vocais de Slutti666 estão mais ‘curtidos’, talvez pelo Jack Daniel’s em doses cavalares, pois os achei mais graves, mas sem deixar de lado a habitual rispidez e alguns agudos aqui ou ali. A linha instrumental é uma verdadeira hecatombe. As linhas de bateria de Repe Misanthrope beiram o absurdo! É uma velocidade impressionante! E mesmo que os riffs de guitarras de Tomi UG Ullgren sejam uma verdadeira parede de chumbo, as linhas de baixo de Arc v 666 conseguem ser ouvidas com qualidade. Basta ouvir “Shock and Awe” para dirimir qualquer dúvida. E simplesmente não dá para destacar essa ou aquela música em meio ao ataque sonoro que é esse disco. Não há concessão! Não há alívio! Apenas brutalidade! Com exceção da última música, “Foucault Pendulum”, a mais longa, com cerca de cinco minutos, e mais densa, pesada e arrastada, com uma interpretação vocal agonizante. Infelizmente o ‘press kit’ não trouxe as letras do disco, mas títulos como “The Nonconformists”, “Human Cesspool”, “Triumphant Return of the Antichrist” e “Mutilation of the Nazarene Whore” podem te dar uma ideia do que será o conteúdo lírico de “Eight Headed Serpent”. A capa ficou uma beleza! A gravação/mixagem, como mencionei, vem, de certa forma, ‘crua’, e foi feita no Revolver Studio, por Asko Ahonen, enquanto que a masterização foi feita no Finnvox Studio, por Mika Jussila. Fico apenas torcendo para que esse disco chegue ao Brasil, pois tenho que ter o lançamento físico em mãos. É o Impaled Nazarene em seu auge! E continua da mesma forma, ou seja, ou você ama ou odeia. Não há meio termo.

Contatos:
www.osmoseproductions.com
www.facebook.com/ImpaledNazareneOfficial
www.instagram.com/impalednazareneband

Resenha por Valterlir Mendes
 
 
Busca no site
 
Veja tambm